quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Garça-boieira (Bubulcus ibis)

(Garça-boieira levantado voo)



(Bando de aves em voo)
(Duas garças procurando alimento em campo lavrado de fresco)


A Garça-boieira, ou Garça-vaqueira, também conhecida, em Portugal, pela designação de Carraceira e, no Brasil, pelo nome de Cupara ( nome científico: Bubulcus ibis L.) pertence à: Classe: Aves; Ordem: Ciconiiformes; Família: Ardeidae; Género: Bubulcus; Espécie: Bubulcus ibis.
É uma ave muito parecida com a garça-branca-pequena (Egretta garzetta L.) da qual se distingue, no entanto, pelo pescoço (que é mais curto) pelo bico (que é amarelo e não preto como o da garça-branca-pequena) e pelas patas (pretas na garça-boieira e amarelas na garça-branca-pequena).
Habitat: Como todas aves da família Ardeidae, a garça-boieira prefere as zonas húmidas ou nas proximidades da água, sendo, no entanto, a espécie que mais se desloca para longe dessas zonas, sendo frequentemente avistada a alimentar-se junto de animais a pastar no campo ou seguindo máquinas agrícolas lavrando as terras. Encontra-se em Portugal durante todo o ano, sendo mais frequente no território a sul do Tejo e em certas zonas da Beira Baixa;
A alimentação é feita à base de insectos, vermes, batráquios (rãs) e pequenos répteis;
Reprodução: Nidifica em colónias, sendo os ninhos (formados por pequenos paus e ramos) construídos nas árvores, na proximidade de zonas húmidas ou alagadas. As posturas mais frequentes variam entre 3 e 4 ovos que são incubados pelo casal durante cerca de 23 dias;
Estatuto de conservação da espécie: "Pouco preocupante".
(Para ampliar, clicar sobre as imagens)

Sem comentários: