sábado, 18 de maio de 2019

Chapim-real (Parus major)


Chapim-real *(Parus major L.)
Sendo embora o maior dos chapins que ocorrem em Portugal, ainda assim o Chapim-real é uma pequena ave com cerca de 14 cm de comprimento, envergadura de asas à volta de 25 cm e com cerca de 20 gramas de peso. 
Em Portugal ocorre quer como invernante, quer sobretudo como residente e nidificante bastante comum, podendo encontrar-se ao longo de todo o território, frequentando principalmente bosques e outras zonas arborizadas.
Família Paridae;
Reprodução: Por via de regra, o ninho é construído em cavidades de árvores, de muros ou paredes, podendo a ave criar mais que uma ninhada em cada ano. A dimensão da posturas é variável, podendo ir desde 3 a 9 ovos, que são incubados durante 13 a 14 dias. As crias abandonam o ninho cerca de 16 dias após a eclosão.
Alimentação: a dieta é constituída essencialmente por variados insectos. Em épocas com menos abundância de presas, a ave também recorre a frutos e sementes.
Estatuto de conservação da espécie: "Pouco preocupante".
* Outros nomes comuns: Mejengra; Aguça-a-serra; Pimpim-servém; Chincharravelha.

(Local e data do avistamento; Parque da Paz - Almada; 17 - Maio - 2019)
(Clicando nas imagens, amplia)

Sem comentários: