sexta-feira, 20 de março de 2015

Ganso-doméstico (Anser anser domesticus)

Ganso-doméstico (Anser anser domesticus) no ninho, durante a incubação.
(Local e data; Parque da Paz - Almada; 15 - Março - 2015)
(Clicando na imagem, amplia)

segunda-feira, 16 de março de 2015

Cenas da vida animal: "Cem cãos a um osso"

A expressão popular "cem cães a um osso" parece-me a adequada para caracterizar esta cena em que um grupo de machos da espécie  Pato-real (Anas platyrhynchos) tenta subjugar uma fêmea da mesma espécie, numa tentativa de acasalamento, suponho.
(Local e data: Parque da Paz - Almada; 15 - Março - 2015)
(Clicando na imagem, amplia)

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Abibe (Vanellus vanellus)



Abibe ou Abibe-comum (Vanellus vanellus L.)
(Mais informação: aqui)
(Local e data: concelho de Idanha-a-Nova; 15 - Fevereiro - 2015)
(Clicando nas imagens, amplia)

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Cisne-bravo (Cygnus cygnus)






Cisne-bravo (Cygnus cygnus L.)
O Cisne-bravo, ave da família Anatidae,  pesa entre 8 a 14 quilos, tem cerca de 1,5m de comprimento e mais de 2 m de envergadura de asas. 
Distribui-se e nidifica no norte da Europa e da Ásia e na Gronelândia e passa a invernada (Outono e Inverno) no sul da Europa e no leste da Ásia (China). O seu avistamento  em Porgugal, em estado selvagem, é muito raro.
Estado de conservação da espécie: "pouco preocupante".
(Clicando nas imagens, amplia)

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

domingo, 25 de janeiro de 2015

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

sábado, 17 de janeiro de 2015

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Coelho-bravo (Oryctolagus cuniculus)



Coelho-bravo ou Coelho-europeu (Oryctolagus cuniculus L.)
Mais informação: aqui.
(Local e data: Parque da Paz - Almada; 4 - Janeiro - 2015)
(Clicando nas imagens, amplia)

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Ganso-de-faces-brancas (Branta leucopsis)



Ganso-de-faces-brancas (Branta leucopsis Bechstein)
Ave da família Anatídae, com 58 a 70 cm de comprimento e com 130 a 145 cm de envergadura.
Nidifica nas regiões do Ártico e passa a invernada em países países europeus, como a Irlanda, Grã-Bretanha, Alemanha e Holanda. Em Portugal é raro o seu avistamento, embora não seja caso inédito.
Nidifica geralmente em falésias rochosas para evitar animais predadores. A escolha do local de nidificação em falésias não tem, no entanto, só vantagens. De facto, as crias, porque abandonam o ninho antes de poderem voar, só através da queda livre é que o conseguem fazer e nem sempre o abandono do ninho por essa forma é isenta de consequências: Na verdade, a queda tem, por vezes, como resultado a morte dos filhotes.
Estatuto de conservação da espécie: "Pouco preocupante".
(Clicando nas imagens, amplia)