sábado, 23 de março de 2019

Pato-trombeteiro (Anas clypeata)







Pato-trombeteiro *(Anas clypeata L. ; Sinónimo: Spatula clypeata L.)
Pato de média dimensão (com cerca de  48 cm de comprimento;  76 cm de envergadura de asas e aproximadamente com 600 gr. de peso) ocorre em Portugal sobretudo como invernante, sendo bastante comum durante a invernada, estando também presente no país como nidificante, embora raro e irregular.
Frequenta sobretudo zonas húmidas em estuários e lagoas costeiras, sendo raro no centro e no interior do país.
Família: Anatidae;
Reprodução: o ninho é construído no solo, por entre a vegetação, na proximidade da água. As posturas variam entre 9 e 11 ovos, durando a incubação entre 21 e 23 dias. As crias, após o abandono do ninho, permanecem na companhia da mãe durante cerca de 6 semanas, só se tornando independentes findo esse lapso de tempo.
Alimentação: ave omnívora, alimenta-se de plâncton (que filtra através do bico);  de insectos  e suas larvas, de pequenos crustáceos e moluscos e bem assim de sementes e outros vegetais que obtém, quer à superfície, quer na coluna de água, quer mesmo no fundo.
Dimorfismo sexual. Os machos desta espécie são muito coloridos, como se pode ver pelas imagens supra, enquanto que a fêmea apresenta uma plumagem acastanhada, bastante semelhante à da fêmea do pato-real, da qual, no entanto, se distingue facilmente atendendo ao bico em forma de espátula que, no aspecto, é semelhante ao do macho.
* Outros nomes comuns: Pato-colhereiro; Bica-larga; Pintalhão.
(Data do avistamento 11 - Março - 2019)
(Clicando nas imagens, amplia)

quarta-feira, 20 de março de 2019

Bico-de-lacre (Estrilda astrild)




Bico-de-lacre ou Bico-de-lacre-comum (Estrilda astrild L.) 
Esta pequena ave (com 11 a 13 cm de comprimento; 12 a 14 cm de envergadura de asas e com o peso de 7 a 10 gr.) é originária da África subsariana, tendo sido introduzida em Portugal nos anos 70 do século passado  e com tanto sucesso, que já se encontra estabelecida no país  uma numerosa população selvagem.
FamíliaEstrildidae;
Habitat: esta ave tem alguma preferência por zonas húmidas, mas adapta-se com facilidade a diversos ambientes, podendo até encontrar-se em locais próximos de habitações, suportando mesmo a situação de cativeiro. Em liberdade é frequentemente avistada em bandos;
Alimentação: a espécie é granívora, alimentando-se de sementes e de outros vegetais, embora possa incluir, esporadicamente, insectos na sua dieta.
Reprodução: Cada postura vai de 3 a 5 ovos e a incubação dura entre 11 a 13 dias. Após a eclosão dos ovos, as crias permanecem no ninho durante cerca de 3 semanas;
Estatuto de conservação da espécie: "Pouco preocupante".
(Local e data do avistamento: Parque da Paz - Almada; 20 - Março - 2019)
(Clicando nas imagens, amplia)

terça-feira, 19 de março de 2019

Cartaxo-comum (Saxicola rubicola)



Cartaxo-comum (Saxicola rubicola L.) (Fêmea)
Família: Muscicapidae;
Estatuto de conservação da espécie: "Pouco preocupante"
Outras informações: aqui.
[Local e data do avistamento: Fernão Ferro (Seixal); 18 - Março - 2019]

sábado, 16 de março de 2019

Pintassilgo, na hora do banho




Pintassilgo ou Pintassilgo-comum (Carduelis carduelis L.) 

Família: Fringillidae.
Mais informação:aqui.
(Local e data do avistamento: Seixal; 14 - Março - 2019)
(Clicando nas imagens, amplia)

quinta-feira, 14 de março de 2019

Pintarroxo-comum (Linaria cannabina)






Pintarroxo-comum *(Linaria cannabina L.; Sinónimo: Carduelis cannabina L.)
Ave de reduzida dimensões (13 a 14 cm de comprimento; cerca de 21 cm de envergadura de asas; e 15 a 20g de peso)  ocorre em Portugal sobretudo como residente, embora também se encontrem alguns indivíduos invernantes. Como residente é bastante comum e distribui-se por todo o território do Continente, preferindo terrenos abertos, sem árvores ou com poucas, mas com arbustos dispersos, com maior ou menor densidade.
Família: Fringilidae;
Reprodução:  esta espécie pode criar até três ninhadas em cada época de reprodução. O ninho, em forma de taça, é construído em pequenos arbustos. As posturas variam entre 4 e 6 ovos  que são incubados durante cerca de 13 dias. As crias abandonam o ninho 10 a 17 dias após a eclosão.
Alimentação: A dieta da espécie é constituída essencialmente por sementes e, em menor grau, por outros vegetais. Mais raro ainda é o recurso a pequenos invertebrados.
Estatuto de conservação da espécie: "Pouco preocupante".
*Outros nomes comuns: Pintarroxo; Pintarroxo-de-bico-escuro; Sentieiro-encarnado; Cacherá; Linhaça-vermelha; Milheirinha-da-rosa.
(Local e data dos avistamentos: Seixal; 14 - Março - 2019)
(Clicando nas imagens, amplia)

terça-feira, 12 de março de 2019

Mergulhão-pequeno (Tachybaptus ruficolis)






Mergulhão-pequeno (Tachybaptus ruficolis Pallas)
Pequena ave aquática da família Podicipedidae (com 23 a 29 cem de comprimento) o Mergulhão-pequeno (também conhecido, em Portugal, pelas designações populares de Alçacu, Funjudo e Pato-mergulhador) distribui-se por quase toda a Europa, parte da Ásia e África. Ocorre também em Portugal, sendo uma das aves aquáticas nidificantes mais abundantes no nosso país, embora na parte norte seja raro. 
Nidifica em açudes, lagos, lagoas e barragens, com alguma vegetação, uma vez que os ninhos são construídos em plataformas formadas por plantas flutuantes. Pode fazer até duas posturas de 5 a 6 ovos, em cada época de nidificação, época que, em Portugal, vai, geralmente, de finais de março até ao princípio de junho. A incubação dura entre 20 e 21 dias.
A sua dieta é constituída por invertebrados aquáticos (insectos, crustáceos e moluscos) bem como por larvas de anfíbios e de pequenos peixes.
Excelente mergulhador, rapidamente se furta à observação, o que não facilita mesmo nada a vida do fotógrafo.
Estatuto de conservação da espécie: "pouco preocupante".
(Clicando nas imagens, amplia)

sábado, 9 de março de 2019

quarta-feira, 6 de março de 2019

Fêmea de Verdilhão, na hora do banho




Fêmea de Verdilhão (Chloris chloris 
L.; Sinónimo
Carduelis chloris L.
 
)

(Local e data do avistamento: Seixal; 2 - Março - 2019)
(Clicando nas imagens, amplia)