quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Pombo-torcaz-dos-Açores (Columba palumbus azorica)

 Pombo-torcaz-dos-Açores (Columba palumbus azorica Hartert)
Ave endémica dos Açores, presente em todas as ilhas do arquipélago.
Família: Columbidae.
Estatuto de conservação da espécie: Vulnerável.
«DescriçãoReproduz-se em bosques, parques e jardins urbanos. Procura alimento em pastagens e campos agrícolas. O seu ninho possui uma estrutura simples, composta de pequenos galhos e localizada em árvores. Apresenta uma mancha branca grande no pescoço, barras brancas transversais nas asas e uma cauda quadrada relativamente comprida. O tom da sua plumagem nas partes superiores é, essencialmente, cinzento, sendo a garganta e o abdómen cinzentos com um peito rosa arroxeado. O bico avermelhado é curto e fino. As patas são curtas e vermelhas.» (Fonte)

(Local e data: ilha de S. Jorge; 23 - Julho - 2017)
(Clicando na imagem, amplia)

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Maçarico-de-bico-direito (Limosa limosa

O Maçarico-de-bico-direito (Limosa limosa L.) é uma ave limícola que nidifica nos países do Norte e do Centro da Europa. Em Portugal ocorre ou como invernante, ou como ave migradora, quer durante a sua passagem para África, onde a maioria passa a invernada, quer durante a passagem (em Janeiro e Fevereiro) para as zonas de nidificação, altura em que é mais abundante.
Classificação: Ordem: Ciconiiformes; Família: Scolopacidae
(Local e data da captação da imagem: Estuário do Tejo - caldeira dos moinhos de maré - Seixal  10-10-2017)

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Um híbrido bem bonito





Já há uns tempos que esta ave se passeia pelo lago existente no Parque da Paz em Almada.  Hoje mesmo voltei a vê-la por lá. E fotografei-a, naturalmente.
Na minha ignorância, cheguei a supor tratar-se de um exemplar do Pato-canela (Anas cyanoptera). Afinal, dizem-me especialistas na matéria que não é esse o caso, pois trata-se de um híbrido, não havendo no entanto certeza sobre as espécies intervenientes no cruzamento. 
Seja, pois, um híbrido, que nem por o ser, deixa de ser bonito e ter direito a figurar neste espaço, onde cabem imagens de animais de todas as espécies.

domingo, 10 de setembro de 2017

Poupa (Upupa epops)




Poupa (Upupa epops L.)
Família
: Upupidae;
Estatuto de conservação da espécie: "pouco preocupante".
Nota: Ave residente e nidificante em Portugal. É bastante comum.
(Local e data: Estuário do Tejo - Ponta dos Corvos - Seixal; 7 - Setembro - 2017)
(Clicando nas imagens, amplia)

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Fuinha-dos-juncos (Cisticola juncidis)





Fuinha-dos-juncos (Cisticola juncidis Rafinesque)
FamíliaCisticolidae;
Estatuto de conservação da espécie: "Pouco preocupante"
(Local e data: Estuário do Tejo - Seixal; 4 - Setembro - 2017)
(clicando nas imagens, amplia)

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

O voo das aves: Garça-real (Ardea cinerea)


Garça-real (Ardea cinerea L.) 
FamíliaArdeidae;
Estatuto de conservação da espécie: "pouco preocupante".
(Local e data - Estuário do Tejo - Sapal de Corroios - Seixal; 19 - Março - 2017)
(Clicando nas imagens, amplia)

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Maçarico-galego (Numenius phaeopus)




Maçarico-galego (Numenius phaeopus L.)
FamíliaScolopacidae
Estatuto de conservação da espécie: "Pouco preocupante".
Nota: Em Portugal ocorre sobretudo como migrador de passagem, não sendo, no entanto, invulgar a observação de aves desta espécie durante a invernada.
(Local e data: Estuário do Tejo - Sapal de Corroios - Seixal; 29 - Março - 2017)
(Clicando nas imagens, amplia)

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Felosa-musical (Phylloscopus trochilus)

Felosa-musical (Phylloscopus trochilus L.)
FamíliaPhylloscopidae;
Estatuto de conservação da espécie: "Pouco preocupante"
Mais informação: aqui
(Local e data. Ponta da Areia - Estuário do Tejo - Seixal; 30 - Setembro - 2016)
(Clicando na imagem, amplia)

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Papa-moscas-preto (Ficedula hypoleuca)



Papa-moscas-preto (Ficedula hypoleuca Pallas)
Família: Muscicapidae;
Estatuto de conservação da espécie: "pouco preocupante"
Nota: em Portugal ocorre apenas como migrador de passagem, durante um curto período, no final do Verão e princípio do Outono.
[Local e data: Pousafoles (Sabugal); 8 - Setembro - 2016]
(Clicando nas imagens, amplia)

sábado, 1 de julho de 2017

Borboletas: Melanargia lachesis

Melanargia lachesis Hübner
Família: Nymphalidae;
[Local e data: Parâmio - Bragança (Trás-os-Montes);18 - Junho - 2017
(Nota complementar: a borboleta  da imagem está a alimentar-se do néctar proporcionado por flores duma espécie botânica com o nome científico de Scabiosa columbaria.)

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Pernilongo (Himantopus himantopus)



Pernilongo (Himantopus himantopus L.)
Família: Recurvirostridae;
Estatuto de conservação da espécie: "Pouco preocupante"
Mais informação: aqui)
(Local e data: estuário do Sado (Setúbal); 6 - Abril - 2016)
(Clicando nas imagens, amplia)

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Melro-preto (Turdus merula) (Fêmea)




Melro-preto (Turdus merula) (Fêmea)
Família: Turdidae;
Estatuto de conservação da espécie: "Pouco preocupante"
(Local e data: Parque urbano - Almada; 6 - Junho - 2017)
(Clicando nas imagens, amplia)

segunda-feira, 5 de junho de 2017

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Rola-turca (Streptopelia decaocto)

 

Rola-turca (Streptopelia decaocto Frivaldszky)
Família: Columbidae;
Estatuto de conservação da espécie: "pouco preocupante".
(Local e data: Cabo Espichel - Sesimbra; 20 - Abril - 2017)

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Alvéola-branca (Motacilla alba)

Alvéola-branca (Motacilla alba L.)
Família: Motacillidae;
Estatuto de conservação da espécie: pouco preocupante
(Local e data: Parque da Paz - Almada; 31 - Maio - 2017)

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Cenas da vida animal

Cartaxo-comum (Saxicola rubicola L.) 
Encontro entre o progenitor (presumido) e a cria.
(Local e data: Muge (Salvaterra de de Magos); 17 - Maio - 2016)
(Clicando na imagem, amplia)

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Andorinha-dáurica (Cecropis daurica)

Andorinha-dáurica (Cecropis daurica L.)
Família:Hirundinidae;
Estatuto de conservação da espécie: "pouco preocupante"
Mais informação: aqui.
(Local e data: Monsaraz; 3 - Abril - 2017)

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Cegonha-branca (Ciconia ciconia)



Cegonha-branca (Ciconia ciconia L.)
Nos dias de hoje é uma ave avistada com frequência em Portugal, mesmo no interior de povoações, embora, por via de regra, não se afaste muito de cursos de água, de lagos e lagoas e de zonas húmidas, pois a sua alimentação depende de animais que aí têm o seu habitat (rãs, cobras, peixes, insectos e outros animais de pequeno porte). É uma ave migradora (parte para África no final do Verão e regressa no princípio da Primavera) embora também já seja frequente encontrar em Portugal casais residentes, até em locais, onde, à partida, não seria expectável a sua fixação, como é o caso, por exemplo, da Cova da Beira, nas proximidades da Serra da Estrela.

Ave de grande envergadura, atinge mais de um metro de altura e mais de um metro de comprimento.Tem pernas altas que lhe dão um certo ar desengonçado mas perfeitamente adaptadas aos locais onde se alimenta. Em voo, no entanto, o seu aspecto é grácil.
Qualquer local elevado (cimo das árvores, torres e até postes de electricidade) lhe serve para construir os seus ninhos, por norma, de grandes dimensões.
[Local e data: Martinlongo (Algarve); 6 - Abril - 2017]
(Clicando sobre as imagens, amplia)

domingo, 9 de abril de 2017

Perdiz (Alectoris rufa)

Perdiz (Alectoris rufa L.)
Também designada pelos nomes vulgares de Perdiz-comum e de Perdiz-vermelha, esta ave distribui-se por toda a Península Ibérica, e pelo Sul da França. A espécie foi, entretanto, introduzida em diversos países e designadamente em Inglaterra (onde é designada por Red-legged Partridge) como espécie de caça. Em Portugal, a ave é relativamente comum em todo o território do Continente e também nos arquipélagos dos Açores e da Madeira, sendo particularmente abundante no Alentejo, Ribatejo, Estremadura e nas zonas do interior ao longo da fronteira com Espanha. Deve notar-se, entretanto, que a espécie se encontra em regressão no nosso país, devido à caça que lhe é movida e presumo que também devido à diminuição das áreas de cultura cerealífera em algumas regiões do país.
Classificação: Ordem: Galliformes; Família: Phasianidae
(Local e data: Mértola (concelho); 6 - Abril - 2017)
(Clicando na imagem, amplia) 

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Trigueirão (Emberiza calandra)


Trigueirão (Emberiza calandra L.)
Família:Emberizidae; 
Estatuto de conservação da espécie: "Pouco preocupante".
[Local e data: Mértola (concelho); 6 - Abril - 2017]
(Clicando nas iamgens, amplia)

quarta-feira, 29 de março de 2017

Borrelho-grande-de-coleira (Charadrius hiaticula)

Borrelho-grande-de-coleira (Charadrius hiaticula L.)
Família: Charadriidae;
Estatuto de conservação da espécie: "pouco preocupante")
[Local e data: Estuário do Tejo (Seixal); 29 - Março - 2017]