domingo, 29 de janeiro de 2012

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Tauraco-de-crista-vermelha (Tauraco erythrolophus)

Tauraco-de-crista-vermelha (Tauraco erythrolophus Vieillot)
Esta ave da família Musophagidae é endémica de Angola, onde vive nas florestas e savanas do centro e oeste deste país africano. 
A sua dieta é essencialmente constituída por frutos, embora também não desdenhe outros alimentos, como sementes e insectos.
Constrói o ninho nos ramos das árvores, onde a fêmea põe dois ovos, incubados pelos dois progenitores durante três semanas, ninho, onde as crias permanecem durante cerca de quatro semanas.
Estatuto de conservação da espécie: Pouco preocupante"
(Local e data: Parque Zoológico de Lagos; 24 - agosto - 2011)
(Clicando na imagem, amplia)

domingo, 8 de janeiro de 2012

Periquito-comum (Melopsittacus undulatus)

(1)

(2)
Periquito-comum (Melopsittacus undulatus Shaw)


Ave da família Psittacidae, o Periquito-comum é originário da Austrália, mas muito comum em cativeiro, quer em Portugal, quer noutros países. Embora não seja muito frequente, também não é extremamente raro encontrar indivíduos isolados em liberdade, mesmo em Portugal. Os indivíduos nessas condições, no geral evadidos de cativeiro, apresentam cores diferentes das da espécie no seu habitat natural, espécie que tem plumagem em boa parte do corpo em tons de verde e face amarela. A coloração diferente da plumagem das aves encontradas na Europa deriva do facto de terem sido objecto de selecção artificial ao longo de muitos anos de cativeiro. 
São conhecidos casos na Europa de reprodução destas aves, em liberdade, e em Portugal existiu mesmo na região de Coruche, nos anos 90 do século passado, um núcleo reprodutor com cerca de uma centena aves que, entretanto, desapareceu. Actualmente, ignora-se se existem ou não, em Portugal, casos de reprodução em liberdade. Em todo o caso, fica aqui a nota de que o par de indivíduos reproduzidos nas fotos supra (que não sei se é um casal, ou não) parece ter residência fixa no Parque da Paz em Almada, onde já os avistei (e fotografei) por várias vezes nos últimos tempos.
Estatuto de conservação da espécie: "Pouco preocupante".
(Local e datas: Parque da Paz - Almada; 07 - janeiro - 2012 (foto1); 15 - novembro - 2011 (foto 2)
(Clicando nas imagens, amplia)

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Felosa-comum (Phylloscopus collybita) de férias em Almada


Felosa-comum (Phylloscopus collybita Vieillot)
Enquanto a fauna empresarial parece estar de malas aviadas para zarpar do país, a Felosa-comum, pelos vistos, continua a achar interessante vir passar a invernada em Portugal. Exemplo: este espécime, ontem avistado cá por Almada.
(Clicando nas imagens, amplia) 

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012