terça-feira, 30 de março de 2010

Muntjac-chinês (Muntiacus reevesi)

O Muntjac-chinês ou Muntjac-de-reeves (Muntiacus reevesi Ogilby) é um mamífero da família Cervidae, de pequeno tamanho (não vai além de um metro de comprimento e de 18 quilos de peso) originário de Taiwan e do Sudeste da China, onde habita em zonas de floresta subtropical, alimentando-se de várias espécies vegetais, incluindo frutos e raízes. A espécie foi, entretanto, introduzida em vários países europeus, como Inglaterra, Holanda e Irlanda.
(Clicando na imagem, amplia)

segunda-feira, 29 de março de 2010

Pato-mudo (Cairina moschata)

O Pato-mudo (Cairina moschata L.) (designado no Brasil, por Pato-do-mato e Pato-selvagem) é uma ave, da família Anatidae, originária da América, onde vive ainda em estado selvagem, desde o México até à Argentina.  Esta espécie deu origem as várias subespécies domesticadas espalhadas pelo mundo, incluindo a Europa.
Estatuto de conservação da espécie: "Quase ameaçada" relativamente à população selvagem.
(Clicando na imagem, amplia)

sábado, 27 de março de 2010

Papagaio-do-mangue (Amazona amazonica)

Papagaio-do-mangue (Amazona amazonica L.)

Esta ave, da família Psittacidae, distribui-se pela América do Sul (Norte e Leste da Colômbia, Leste do Equador e do Peru, Norte da Bolívia, Venezuela, Guianas e grande parte do Brasil) habitando em mangais, florestas de galeria, savanas com palmeiras e até em parques, onde se alimenta de frutos variados.
(Clicando na imagem, amplia)

quinta-feira, 25 de março de 2010

Sardão (Timon lepidus)

Sardão (Timon lepidus Daudin)
Este réptil (anteriomente designado cientificamente por Lacerta lepida)  da família Lacertidae encontra-se apenas na Península Ibérica (Portugal e Espanha), no Sul de França, no Noroeste de Itália e no Noroeste de África (Marrocos). Vive normalmente escondido em  rochas ou muros de pedra não aparelhada, ou em tocas e buracos escavados pelo próprio ou escavados por outros animais e que ele aproveita, locais donde sai para se alimentar e/ou aquecer ao sol.
Estatuto de conservação da espécie: "Quase ameaçado", embora a situação seja diferente de país, para país. Em Portugal, por exemplo, não corre perigo, mas em França é já uma espécie protegida e rara.
(Local e data: Parque da Paz - Almada; 22-Mar-2010)
(Clicando na imagem, amplia)

quarta-feira, 24 de março de 2010

segunda-feira, 22 de março de 2010

Borboleta-almirante-vermelho (Vanessa atalanta)

Borboleta-almirante-vermelho (Vanessa atalanta L.)
Esta borboleta, da família Nymphalidae, também designada por Borboleta-da-sorte e Borboleta-feiticeira, distribui-se pela Europa, Ásia e América do Norte.
(Clicando na imagem, amplia)

domingo, 21 de março de 2010

Papagaio-de-fronte-azul (Amazona aestiva)

Papagaio-de-fronte-azul (Amazona aestiva L.)

Esta espécie de ave, da família Psittacidae, é também designada no Brasil, pelos nomes de Papagaio-verdadeiro, Papagaio-baianoPapagaio-comum, Papagaio-curau, além de outros. A  espécie subdivide-se em duas subespécies: a A.a. aestiva (na imagem) que se distribui pelo Centro e Leste do Brasil; e a A.a. xanthopteryx que, além do Brasil, se encontra também noutros países da América do Sul, designadamente, na  Bolívia, Paraguai e Norte da Argentina.
Estatuto de conservação da espécie: "Pouco preocupante". Assinale-se, no entanto, que esta espécie é objecto frequente de captura para o comércio ilegal de aves exóticas.
(Clicando na imagem, amplia)

sábado, 20 de março de 2010

quinta-feira, 18 de março de 2010

Lagarta da Borboleta-do-medronheiro (Charaxes jasius)

Lagarta da Borboleta-do-medronheiro (Charaxes jasius L.)
A Borboleta-do-medronheiro, espécie de insecto da família Nymphalidae, distribui-se por toda Região Mediterrânica, incluindo Portugal, sendo, aliás, a borboleta de maiores dimensões que ocorre no nosso país. A sua designação vulgar fica a dever-se ao facto de ser o medronheiro a planta hospedeira de que se alimentam as suas lagartas. Não dispondo de uma fotografia da própria borboleta, fica aqui, por ora, a imagem da sua lagarta que também é interessante. Penso eu.

quarta-feira, 17 de março de 2010

Borboleta da couve (Pieris brassicae)

A Borboleta da couve (Pieris brassicae L.) é um insecto (Classe) da  ordem Lepidoptera e da família Pieridae, bastante comum na Europa, Ásia e Norte de África, fazendo, habitualmente, a postura dos ovos em plantas do género Brassica (couves) que servem de alimento às suas larvas e lagartas. Dessa preferência por plantas do género das couves derivam quer o nome comum, quer o científico.
(Clicando na imagem, amplia)

terça-feira, 16 de março de 2010

terça-feira, 9 de março de 2010

Abelhão-terrestre (Bombus terrestris)


Insecto da família Apidae, o Abelhão-terreste, (tradução literal do nome científico Bombus terrestris L.) (designado no Brasil por  Mamangaba-da-cauda-amarelo-claro) é um dos abelhões mais comuns na Europa.
(Clicando nas imagens, amplia) 

segunda-feira, 8 de março de 2010

quinta-feira, 4 de março de 2010

Faisão-prateado (Lophura nycthemera)

(Clicando, amplia)
O Faisão-prateado (Lophura nycthemera L.) é uma ave da família Phasianidae, (Ordem: Galiformes) que se distribui pelo Sudeste da China, Vietname, Laos,Tailândia e Cambodja, onde habita em florestas e campos abertos acima dos 1000 metros de altitude. A sua dieta é constituída por vegetais variados e por invertebrados.
(Designação noutras línguas: Inglês:  Silver Pheasant; Espanhol: faisán plateado; Francês: Faisan argenté)