sexta-feira, 22 de abril de 2011

quarta-feira, 20 de abril de 2011

domingo, 17 de abril de 2011

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Voo das aves: Pega-rabilonga


Pega-rabilonga, ou Pega-rabuda (Pica pica L.)

(Local e data: Vale de Pasabagi - Capadócia - Turquia; 30 - março- 2011)
(Clicando nas imagens, amplia)

Carcará (Caracara plancus)

Carcará (Caracara plancus Miller; sin: Polyborus plancus)

Ave da família Falconidae de apreciável dimensão (podendo atingir até 60 cm de comprimento e 130 cm de envergadura de asas) é também designado vulgarmente por CaracaráCarancho e Gavião-caracará.
Distribui-se por toda a América do Sul, com excepção da cordilheira dos Andes, passando pela América Central até ao sul e sudeste dos Estados Unidos na América do Norte, habitando em estepes e zonas de pastagens, podendo também encontrar-se em regiões de floresta e em zonas húmidas.
É uma ave oportunista no que respeita à dieta, variável consoante as disponibilidades, dieta que tanto pode consistir em cadáveres  (gado e peixe morto) como em caranguejos, lagartos, cobras, anelídeos e mesmo insectos, ovos e crias de outras aves.
Constrói o  ninho, de grandes dimensões, em arbustos, em árvores, ou mesmo no chão,  pondo a fêmea, geralmente, dois ovos que são incubados durante cerca de 30 dias, ninho que as crias abandonam ao fim de cerca de três meses.
Estatuto de conservação da espécie:" Pouco preocupante"
(Local: Jardim Zoológico de Lisboa)
(Clicando na imagem, amplia)

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Pega-rabilonga (Pica pica)

(1)

(2)

(3)
Pega-rabilonga, ou Pega-rabuda (Pica pica L.)
Mais informação: aqui.
[Imagens captadas na Turquia: em Konya: fotos 2 e 3; no Vale de Pasabagi (Capadócia): foto 1; em março de 2011]
(Clicando nas imagens, amplia)

domingo, 3 de abril de 2011

Estorninho-malhado (Sturnus vulgaris)

(1)

(2)
 Estorninho-malhado (Sturnus vulgaris L.)

Esta não é a primeira vez que aqui se publica uma fotografia de Estorninho-malhado, mas nunca fotografei esta ave em Portugal, onde ocorre como invernante, no território do Continente e como nidificante e residente, nas ilhas dos Açores.Fotografei-a, pela primeira vez na Polónia, em condições pouco favoráveis. As imagens agora publicadas, com mais qualidade, vieram directamente de Konya (1) e de Saratli (2) (Turquia).
(Clicando nas imagens, amplia)